Via Black Pensante carta de desabafo!!!

O risco que é ser um corpo negro no país mais racista do mundo

Olá pessoal, sei que não está nada bem, voltei ao Black para fazer uma passagem de reflexão e expressar meus sentimentos de tristeza, revolta e de impotência diante de tanta maldade. São sentimentos que sinto há anos, pois no Brasil acontece rotineiramente, esse sentimento de revolta eu carrego junto a muitos relatos de mães pretas aqui no Brasil que lutam há anos por justiça, tiveram seus filhos tirados pelo estado.

Há alguns anos atrás criei um blog, sonho em ser jornalista, meu Black Pensante, e comecei a abordar o universo negro, e também meu aprendizado negro, porém com o tempo não conseguia cobrir de uma maneira legal devido a trabalhar formalmente,na verdade tenho vários motivos pelo qual diminui meu ritmo de postagem, uma delas foi que percebi que um dos assuntos que tomaria conta no meu feed eram de genocídio negro, violência policial, foi aí quando esbravejei minha opinião que me senti vulnerável e com medo, a partir daí observo bem o quão perigoso e este país, e sua estrutrura racista muito bem construída. Deixei um pouco de lado a postagem, por falta de recursos pessoais e acreditando que a informação gera conhecimento e estou sempre em busca para expressar-me melhor e ser um imbatível instrumento de luta, para quem já leu meus blog verà minha trajetória onde descobri o que era ser negra aos 20 anos.

Passei a me dedicar a faculdade, e semana passada um doa meus trabalhos era fazer uma análise jornalística de um dos episódio do “Profissão Repórter” onde abordava o relato dos parentes dos jovens alvejados, em sua maioria pela Polícia, sem motivo aparente, ou seja, eram ASSASINADOS por serem jovens pretos na comunidade, e vemos medo de represálias de açgumas mães por expor o fato e a ausência de conclusão do caso para que se faça justiça, viram simplesmente arquivos.Me abalei novamente, pois essa é a rotina do Rio de Janeiro, que piorou após a entrada do novo governo, que reforçou uma política genocida, e dificil de engolir, ficamos sufocados.

Muitas situações me causam revolta e me fazem temer por ser corpo negro, eu trabalho e pelo meu horário de trabalho eu saio a noite, eu não tenho escolha, acompanho a justiça de olhos vendados a todos nós, a grande mídia fazendo seu papel inverso, suavizando a situação explícita de genocídio, eu não confio na Polícia, não confio, sou um corpo inimigo e não uma cidadã que merece proteção.

Olha, outra coisa, não entendo como muitos não conseguem enxergar o racismo diante de várias situações, quando vejo uma preta temendo pela vida de seu filho, até mesmo Thaís Araújo que foi ridicularizada, Rizia e Gabi foram mimizentas sugundo a mídia e mais recentemente Telma que fez o mesmíssimo discurso que a Branca sensata no início de bbb, e aí me diz quem levou confete no início, ainda bem que corrigiram o erro e Telminha ganhou, mas continua sofrendo ravismo sistematicamente. Todos são hipócritas, como podem ouvir e entender sobre racismo apenas quando sai da boca de um branco. Eu não acredito em muitos deles quando se solidarizam, para ser simcera não ligam vão na onda, querem ser “white saviors” e não apenas cumprir com seu papel de cidadão decente. O que eu citei foram apenas poucos exemplos, mas isto acontece todos os dias, eu vejo, e me canso, mas continuo de pé.

Publicado por eulumello

Olá, sou Luciene e aqui está meu site com meus atributos profissionais. Sou estudante de jornalismo, amante da arte de ensinar através da informação.

%d blogueiros gostam disto: