Crítica; A vida e a historia de C.J. Walker

O que poderia ser duas grandes historias, com conflitos naturais se tornou um pouco frustrante para o público

Madam C.J. Walker, foi uma grande mulher a frente de seu tempo. Se tornou a primeira mulher negra milionária dos Estados Unidos construindo sua própria fortuna. Sarah como era conhecida antes de montar seu império fez sua fortuna milionária através de produtos e cosméticos para cabelos de mulheres negras, começou aos poucos sendo ajudada por sua amiga Annie.

Na trama da minissérie Addie (Annie Malone) e Sarah são retratadas como grandes rivais, o que não aconteceu na realidade, Annie Malone ajudou Sarah em seu inicio, tiveram sim um desentendimento devido a fórmula dos produtos que Sarah melhorou, porém Annie foi uma grande empresaria e também milionária que teve a ideia inicial de passar a dar cursos profissionalizantes , sua trajetória teve grande importância e relevância para a historia, mas infelizmente foi ocultado pela minissérie.

Sarah e Addie na série

Adoro assistir series e filmes baseados em historias reais e sempre após faço minha pesquisa para saber um pouco mais além do que foi mostrado, mas dessa vez achei que a alteração feita para gerar conflito foi um pouco inconveniente. Ao tomar conhecimento dos fatos reais envolvendo Annie e sua colaboração para a historia, fiquei com um certo incômodo e fiquei me questionando, qual seria a real necessidade de transmitir essa informação de rivalidade e ocultar o legado de Annie?

A historia de uma mulher negra, filha de escravos e que durante a infância até sua vida adulta teve que enfrentar inúmeras dificuldades e ainda assim construiu um império e trouxe outras varias mulheres para êxito, por si só é suficiente para gerar conflito. A vida de uma mulher negra e pobre é conflituosa até nos tempos de hoje.

Madam C.J. Walker e Annie Malone

Tendo tudo isso em mente, analisei que apesar da série ser ótima, excelentes discussões, trouxe a tona um problema nocivo na mídia, que vende a partir da rivalidade feminina, o desentendimento real que Sarah teve com Addie creio que não foi bem colocado, pois retrata que há espaço apenas para uma fazer sucesso e não condiz com a realidade, já que Annie Malone fez seu grande legado.

Como já ressaltei, temos duas grandes historias que por si só são conflituosas, então o grande insatisfação que ficou em mim e no publico talvez seja a percepção onde a mídia busca por padrões nocivos e antigos, sendo que um dos pilares da serie e a quebra de “padrões” por uma mulher negra, perdeu-se a oportunidade de fazer uma serie a frente de seu tempo como a trajetória de suas personagens.

Publicado por eulumello

Olá, sou Luciene e aqui está meu site com meus atributos profissionais. Sou estudante de jornalismo, amante da arte de ensinar através da informação.

Um comentário em “Crítica; A vida e a historia de C.J. Walker

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: